CBI 3x3 empolga atletas, pais e técnicos: "Modalidade dinâmica e evento surreal"

07.03.2020   |   3x3
Compartilhe Facebook Twitter

Quem foi ao Ginásio do Sport, em Recife, saiu transformado. Quem já conhecia o basquete 3x3, se apaixonou ainda mais. E quem teve pela primeira vez a chance de ver a nova modalidade olímpica, fascinado com a dinâmica e competitividade. A 1ª etapa do Campeonato Brasileiro Interclubes de 3x3 movimentou o Nordeste e empolgou atletas, técnicos e até pais, mostrando mais uma vez quão acertada foi a inclusão do esporte no programa olímpico.

Foto: Divulgação/CBB

Durante o evento em parceria da Confederação Brasileira de Basketball e o Comitê Brasileiro de Clubes, a reportagem da CBB ouviu pais, atletas e técnicos a respeio da sensação de participar do torneio. Opiniões mais positivas, impossível. Veja abaixo alguns depoimentos:

Foto: Divulgação/CBB

Guilherme, técnico do Sport Recife

- É fantástica essa iniciativa da CBB com o CBC, de estar financiando esse esporte novo para muitos, mas que já tem uma representatividade muito boa. Para mim, particularmente, dentro de casa, é muito legal sediar esse evento e ver mais possibilidades para atletas que gostam da bola laranja. A categoria sub-23 é importante, damos uma sobrevida a esses atletas. É uma modalidade bacana e está sendo especial essa aproximação.

Deivid Silva, atleta do FAT/UMJ

- Para mim, participar disso está sendo incrível, intenso. Tudo que for para o desenvolvimento, é ótimo. O que fizeram aqui foi avassalador, surreal. Trazer o basquete 3x3 para cá, o que vocês fizeram, CBB e CBC, todas essas pessoas, esse evento, muita gente que joga basquete, que está vendo essa modalidade nova e criando gosto. Está sendo uma experiência ótima. Para mim, está sendo ótimo.

Foto: Divulgação/CBB

Bernardo Audebaran, atleta do CFCSN-RJ

- É uma nova oportunidade para quem quer jogar basquete. Uma experiência muito boa para todos nós.

Cleber Medeiros, pai de Arthur Medeiros, do AADB/Náutico

- O Arthur está se apaixonando pelo 3x3 e eu também. Estou entusiasmado. Eu não sabia que era tão dinâmico. Tão competitivo. É legal que tenha campeonatos como esse, para que cresça ainda mais rápido, que tenha espaço, seja difundido no Brasil. E que os clubes também apoiem. É uma modalidade que veio para ficar. Espero que tenham outros campeonatos como esse, estou orgulhoso que aconteça aqui no Recife, e que outros clubes ao redor do Brasil também se animem para receber eventos como esse.

Campeonato Brasileiro Interclubes 3x3

Aeroclube-RN, Aest-ES e Sport Recife foram os grandes campeões da 1ª etapa do Campeonato Brasileiro Interclubes de basquete 3x3 masculino. A decisão aconteceu neste sábado, no Recife, com casa cheia e muita festa para a estreia da nova modalidade olímpica na parceria entre a Confederação Brasileira de Basketball e o Comitê Brasileiro de Clubes. As disputas aconteceram no sub-14 (seis equipes), sub-17 (oito times) e sub-23 (sete clubes). A primeira etapa feminina está marcada para os duas 25 a 30 de março, nas mesmas idades, no Instituto Vitaliza, novamente em Pernambuco.

O número de campeonatos em 2020 reforça a parceria entre o Comitê Brasileiro de Clubes e a Confederação Brasileira de Basketball. A CBB entra com toda a parte de layout das quadras, estrutura de tecnologia, softwares de estatísticas e súmulas eletrônicas, arbitragem e treinamento de árbitros, capacitação dos profissionais dos clubes, entre outras questões de logística. Também é responsável por inscrição, divulgação e toda parte técnica dos campeonatos, desde congressos técnicos, boletim de informação e montagem de tabela.

Ligas chanceladas
lnb lbf
Os Wodens!
Topo